Sony dizimou a Microsoft em 2 minutos (vídeos)

Publicado a: 18/Nov/2014 ; Por: Tiago Araújo

Na guerra entre Playstation 4 e Xbox One, a experiencia da Sony parece ter levado a melhor. A E3 de 2013 foi o necessário para a Sony se distanciar da Microsoft.

A guerra das consolas da nova geração ainda mal começou, mas numa opinião generalizada, a Sony ganhou uma confortável vantagem nas ultimas semanas. Para tal apenas precisou de 2 minutos e 20 segundos na sua ultima apresentação, mais um pouco da arrogância da rival Xbox One. Pelo menos, esta é a visão dos gamers.

A Sony anunciou a Playstation 4 no inicio do ano, em Fevereiro. Pouco disse sobre a consola em si, mas marcou terreno. Em Maio a Microsoft anunciou a Xbox One, apresentou-a por completo, ou muito perto disso.

Até então não se conhecia a Playstation 4 e a Xbox One já era apelidada de leitor VHS. A Sony chegou à E3 já com o conhecimento das criticas da consola rival, o que lhe deu uma vantagem razoável para poder fazer o mesmo, ou destacar-se aproveitando o erro do adversário.

xbox-one-presentation

O início dos "Nim"

Até ao inicio de Junho sabíamos que em ambas as consolas não seria possível correr títulos das consolas anteriores. Sabíamos também que a Xbox One não suportaria jogos usados, bem como iria implementar restrições regionais. Da parte da Sony nada sabíamos sobre este aspeto. A Sony criou um suporte na cloud para os jogadores poderem correr títulos das consolas anteriores da Sony, na Playstation 4. A Microsoft nada fez.

No lado da Xbox One sabíamos também que a consola iria requerer uma conexão à internet periodicamente, como um método de autenticação. Da parte da Sony nada sabíamos sobre este aspeto.

Ao analisar as duas primeiras apresentações das consolas da nova geração, dava para perceber o quão diferentes são as estrategias da Sony e Microsoft. O anuncio da Sony Playstation 4 é totalmente baseado em jogos, enquanto que na Xbox One a maior parte do tempo foi gasto em entretenimento, como TV, Filmes, musica e aplicações. Só este pequeno pormenor afastou de imediato os gamers da nova consola da Microsoft.

Sony-Playstation-4-preço

A E3, quando a experiencia da Sony veio ao de cima

Com a chegada da E3 a visão sobre estas duas consolas ficou mais clara. A Microsoft apresentou mais jogos, tapando a lacuna da primeira apresentação. Por outro lado, bem, a Sony arrasou com toda a sua experiencia.

A Sony tem vivido batalhas onde quem perde, desparece do mercado. Foi assim com o Betamax (vs VHS), onde perdeu. Foi assim com o Blu-ray (vs HD-DVD), onde ganhou. Nas consolas parte para a 4º geração, onde já enfrentou Nintendo e Sega por diversas vezes, eliminado a Sega do mercado com a que é considerada a melhor consola de sempre, a Playstation 2. A Playstation original foi também um sucesso na sua geração. Só na ultima geração é que perdeu claramente para a Microsoft, onde a Xbox 360 foi rainha, e a Nintendo Wii prometeu, mas não cumpriu. O que sabemos da Sony é que ela aprende b€m.

A Microsoft por seu lado tem vivido sempre no domínio Windows. É uma produtora de software de excelência, bem como também é capaz de produzir hardware com semelhante elogio. Apesar disso a Microsoft não tem a experiencia de "matar para viver". OSx e Linux sempre conseguiram nichos em que dominavam face ao Windows. Nos mobile deixou-se antecipar pelo iOS e Android. Nas consolas venceu a 3º geração com a sua 2º consola, principalmente nos EUA.

É aqui que entra a apresentação da Sony, que em apenas 2 minutos e 20 segundos conquistou grande parte do publico gamer. Para tal apenas bastou ouvir/ler as criticas do publico face às limitações da Xbox One em relação aos jogos usados, jogos de diferentes regiões e autenticação online. Além desse aspeto, a Sony combateu ainda no preço!

A Sony perde €, principalmente com a parte dos jogos usados, mas este tipo de perca é facilmente minimizada com resultados positivos na venda da consola Playstation 4. E se houver mais Playstations 4, do que Xbox Ones, haverá mais jogos da PS4 a serem vendidos, simples. Ainda mais, o numero de jogos físicos vendidos nesta nova geração será bem menor do que a atual geração da PS3 e Xbox 360. E os jogadores só poderão vender/trocar/emprestar jogos físicos, em disco. Os jogos adquiridos online estão fora desse mercado de usados.

Sony-Playstation-4-

Queres uma pá Microsoft?

A atitude da Microsoft também não tem ajudado ao cenário, demasiados "Nim" numa fase inicial, quando se procuravam respostas concretas. Algumas reações de responsáveis da Xbox One tem sido muito arrogantes, e até estupidas. O melhor exemplo será a proposta da Microsoft para os jogadores que querem correr títulos offline, a Xbox 360 ...

Ryse-Xbox-One

O que pode ajudar a Microsoft?

Sem duvida os acessórios. O Kinect é bem mais popular que o sistema semelhante da Sony, como se chama o da Playstation 4? Pois, nem eu sei (sei por acaso, Move). O Kinect 2 será capaz de oferecer experiencias de jogo melhores em jogos mais complexos, o que poderá criar aqui um excelente mercado.

O Microsoft IllumiRoom que poderá encantar os jogadores, com ambientes muito envolventes, o que também poderá ajudar a Microsoft a conquistar mais jogadores. Claro que a Microsoft pode sempre reconsiderar a sua posição.

EUA, é o mercado alvo da Microsoft. Jogadores ocasionais e não hardgamers. Este é o publico que a Microsoft parece querer atingir com a Xbox One.

Esta não era a estrategia da Nintendo?
Sim, a Wii atingiu muito este publico, até mesmo nos EUA, mas não reinou. A nova Nintendo Wii U pode já ser considerada um falhanço e a Microsoft pode aproveitar isso.

Microsoft-Xbox-One