Análise - Gears of War: Judgment

Publicado a: 17/Nov/2014 ; Por: Tiago Araújo

Conheça a origem do apocalipse da saga GoW, com Gears of War: Judgment

A par de Halo, este é um dos títulos mais importantes da consola da Microsoft, a Xbox 360. Com o encerramento da trilogia este Gears of War: Judgment retrocede do tempo, imediatamente antes do dia do julgamento. A história deste jogo passa-se 15 anos antes do primeiro título da saga.

Antes de avançarmos mais na história deste novo Gears of War. É importante dizer que a Microsoft escolheu a produtora que adaptou o primeiro Gears of War para PC, a Epic Games, com o estúdio polaco da People can fly. Responsáveis por títulos como PainKiller e Bulletstorm.

Baird

História:

Como já dissemos, Gears of War: Judgment passa-se 15 anos antes da história do primeiro jogo da saga. Trata-se de uma história dentro da história do jogo. Uma espécie de narração, onde no modo de campanha é impossível morrer, até porque é a sua personagem que vai narrando grande parte da história, no dia do julgamento.

Trata-se do início da guerra com os Locust. Nessa era, os humanos de Sera saíram de uma guerra mundial que durou 79 anos, deparando-se agora com uma nova espécie que aparece do subsolo.

Baird é o nome da sua personagem em Gears of War: Judgment, é o líder do seu grupo que o irá acompanhar no julgamento e na narração. A cidade que abrange a história do jogo é Halvo Bay, atingida pouco tempo depois do Emergence Day.

Gow-historia

Gow-Historia-2

 

Jogabilidade e modos de jogo

A saga de jogos Gears of War tem uma jogabilidade muito própria, Judgment continua com o mesmo estilo. Trata-se um controlo livre, no espaço, onde o jogador, na maioria das ocasiões, pode escolher o seu trajeto, mas, os movimentos necessitam sempre de muitos controlos, tenho sempre a falta do botão clássico de saltar.

Alguns movimentos estratégicos, principalmente de defesa, ou cobertura, podem ser difíceis de executar para os principiantes na saga Gears of War. No entanto são estes movimentos que tornam a jogabilidade de Gears of War: Judgment muito interessante, pois convidam muito ao envolvimento estratégico e cooperativo.

No modo de campanha, jogando de forma individual, as atitudes da equipa podem até facilitar o desenrolar da história. Para os jogadores mais experientes de Gears of War é mesmo recomendável que opte de imediato pelos modos de dificuldade mais exigentes, de forma a sentir mais as investidas dos inimigos Locust.

Gears-of-war-Judgment

Com este tipo de movimentação e jogabilidade, Gears of War: Judgment só podia ser um excelente jogo para jogar na Xbox Live. Existem vários modos online, desde dos clássicos de equipa contra equipa, todos contra todos, domínio de territórios até à defesa de postos, jogando contra boots, mas em modo cooperativo com outros jogadores online.

No caso dos jogos de equipa vs equipa, podem ser humanos vs humanos, ou, humanos vs locusts. Para animar ainda mais estes modos, existem como seria de esperar vários tipos de Gears/classes que pode escolher, com as devidas caracterizações ao nível de armamento e por consequência, com missões diferentes no campo de batalha.

No caso dos Locust, não estão disponíveis desde de início todos os "bichos" que pode escolher, algumas espécies só aparecem a meio do combate consoante o desempenho da equipa Locust.

Esta estratégia cooperativa encaixa que nem uma luva no estilo árcade do armamento. As armas não são complicadas, são muito simples e mortíferas, existem muitas e cada uma tem o seu método de execução, uns mais violentos que outros, mas sim, todos violentos, muito violentos.

Os métodos de execução acontecem quando utiliza a arma sem disparar, mas sim num combate corpo a corpo, onde utiliza o ataque secundário da arma, que pode ser uma simples faca, ou, uma serra automática. Não se preocupe, será sempre violento.

A experiencia melhora quando jogamos em equipa, foi dos tipo de jogos que mais adoramos em Gears of War. O estilo Arcade funcionou muito bem com as movimentações mais limitadas das personagens, mas no entanto, estratégicas. As classes como seria de esperar, embelezaram ainda mais estes modos.

 photo Gears-of-war-Judgment2.jpg

Gears-of-war-Judgment

 

Graficos e som:

Depois de jogar Halo 4, tudo parece fraco, no entanto, Gears of war: Judgment apresenta uns gráficos bons, muito bons para a consola, mesmo assim, não se livra do estilo Arcade, com personagens volumosas e fortes.

As mortes estão repletas de sangue, os cenários possuem uma excelente qualidade na iluminação, sem se livrarem das luzes que realçam as explosões. Gears of war: Judgment cumpre muito bem no que diz respeito aos gráficos esperados num jogo do gênero.

As mortes, dos inimigos, podem ser brindadas com belas cenas de destripação, dependendo claro do angulo, da vitima e da arma. Este tipo de brincadeira além de pontuar, adiciona ainda mais diversão ao jogo.

Um aspeto muito importante que não citamos na jogabilidade de Gears of war: Judgment, é o lançamento de granadas. A interface permite o lançamento de granadas muito completo, sendo possível lança-las de costas até.

O que falhou em Judgment foi o olhar e a expressão facial das personagens principais, já vimos melhor, e no caso do olhar, já vimos muito melhor. Em jogo, não irá notar isso, pois na maioria dos casos irá ver a personagem de costas, e os inimigos são monstros, ou humanos se estiver num dos modos multiplayer.

Gow-multijogador

Conclusão:

Judgment é um excelente jogo e apesar de não mostrar o que acontece com os Gears depois da trilogia, é uma excelente adição à saga Gears of war.

Adoramos a estrategia que o jogo exige, ao nível do combate, com uma excelente jogabilidade que se encaixa na perfeição. Coberturas, lançamento de granadas, possibilidade de disposição de elementos de defesa no cenário, tudo está excelente.

Os elogios acima tem como consequência um multiplayer bastante cooperativo, e adoramos isso. Como novato em Gears of war adorei o modo cooperativo com a maquina, mas adorei também o Overune e o clássico Domination, embora neste ultimo não haja tanto jogo de equipa.

Ao nível gráfico Gears of war: Judgment está muito bom, mas estamos em 2013, o ano de chegada da Xbox 720 e neste ano, é necessário exigir mais ao nível dos detalhes faciais. Já vimos que é possível em outros jogos para a Xbox 360.

Gow-multijogador 

Positivo:

Jogabilidade de combate. Cooperação e jogo de equipa, em campanha e no multiplayer. Efeitos gráficos. Violencia

Negativo:

Inimigos demasiado fáceis. Personagens mereciam melhor detalhe gráfico nas expressões faciais.
Located in: Xbox 360