Asus ZenFone 5

Publicado a: 12/Feb/2015 ; Por: Tiago Araújo

Os "velhos" aliados Asus e Intel atacam agora o mercado de smartphones, com este Asus ZenFone 5, uma das melhores opções até os 200€

A aposta mobile da Asus está cada vez mais clara, o Asus ZenFone 5 é simplesmente mais um facto confirmado na aposta de qualidade da marca asiática. Por incrível que pareça, uma das mais antigas parcerias permanece até mesmo no mundo mobile, Asus e Intel têm já muitas histórias para contar. O surgimento de vários e bons produtos mobile da Asus, é também muito importante para a empresa de fabrico de processadores, a Intel.

O mundo dos smartphones e tablets foi uma dor de cabeça para a rainha dos processadores de computadores, a Intel. A empresa americana de processadores viu as suas vendas cair, e viu também alguns dos pequenos fabricantes de processadores a tornarem-se gigantes, assim do nada. Qualcomm é um desses gigantes. Mediatek é outra dor de cabeça.

Nos smartphones até 200€, onde se encaixa este Asus ZenFone 5, um processador Qualcomm é sinónimo de qualidade. Neste patamar a predominância é encontrar processadores regidos pela arquitetura do chipset MediaTek. Porém, o Asus ZenFone 5 dribla este jogo, apresentado um chipset e processador Intel Atom!

Calma, esta conversa de nerds é só uma introdução, vamos ao que interessa, à análise ao Asus ZenFone 5.

Ecrã & Qualidade de construção:

O Asus ZenFone 5 apresenta um ecrã de 5 polegadas, totalmente dedicado ao Android, excluindo os botões de controlo. Estes estão imediatamente abaixo do ecrã, infelizmente não são iluminados, o que pode dificultar a utilização dos mesmos no escuro. A parte boa é que terá mais espaço na tela para as aplicações do Android.

O Android 4.4.2 será apresentado com uma resolução HD, o que nesta tela de 5 polegadas resulta numa densidade de pixéis de 294ppi. Para a gama dos 200€ é um numero bom, mas ainda assim não é o melhor, para o mesmo tamanho de ecrã.

Asus ZenFone 5 capa

A qualidade de imagem é muito boa, os ângulos de visão também e como indica a densidade de pixéis, a definição de imagem é elevada. A frente do Asus ZenFone 5 está ainda protegida por um vidro Gorilla Glass 3. No que diz respeito ao ecrã, apenas existem elogios.

Já ao nível da construção, o ZenFone 5 é um smartphone alto, demasiado alto. Os botões fora do ecrã são um dos motivos, mas o logo da Asus por cima do ecrã é outro dos motivos, digamos que a Asus é vaidosa! Muito Vaidosa, pois o logo da marca repete-se na parte de trás.

O Asus ZenFone 5 é um smartphone de plástico, mas possui qualidade. O "rodapé" do smartphone possui um detalhe elegante, que lhe dá um requinte especial, uma espécie de efeito de metal que reflete a luz, dando um efeito de concavidade.

As costas do smartphone são curvas, adaptando-se muito bem à palma da mão, mas dificultando a utilização com o smartphone deitado de costas. A capa em plástico parece porcelana, embora não o seja. Possui uma qualidade boa. É também na parte de trás que encontra a saída de som, infelizmente, pois preferíamos saídas de som na frente. A qualidade do som é razoavelmente boa.

Por falar em som, os auriculares que acompanham o ZenFone 5 apesar de possuírem um design pouco convencional, possuem uma qualidade de som muito acima da média para qualquer auricular que venha num smartphone, que não seja dedicado ao som. Um ponto extra para este ZenFone da Asus.

No que diz respeito a portas e botões, o Asus ZenFone 5 cumpre em tudo, respeitando bem as "normas" mais convencionais, porta microUSB na base, jack de 3.5mm para phones de áudio no topo, botões de controlo de volume na direita, junto com o botão de ligar e desbloquear o smartphone.

Os 2GB de RAM, fazem toda a diferença no desempenho deste Asus ZenFone 5.

O principal rival deste Asus é o Motorola Moto G e a principal vantagem do ZenFone 5 para o seu rival é a quantidade de RAM. O rival da Motorola possui 1GB, o ZenFone possui 2GB. Este pormenor faz com que o ZenFone consiga manter um bom desempenho multitarefa durante mais tempo.

Vamos começar pelo inicio. O Asus ZenFone possui chipset da Intel. O processador controlado por este chipset é também da marca, o Intel Atom Z2560. A Intel ainda não possui a força que a Qualcomm possui neste mercado de dispositivos mobile, o rival deste Intel é o Qualcomm Snapdragon 400. Existe um modelo deste ZenFone 5 com chipset e processador Qualcomm, mas essa versão é mais dificil de encontrar em Portugal.

O processador é um Dual Core a 1.6GHz de velocidade. Lado a lado com o Qualcomm Snapdragon 400 a plataforma da Qualcomm leva vantagem, porque está melhor otimizada para a grande maioria das aplicações. Onde este Intel ganha vantagem é na multitarefa. O que isto quer dizer? Quer dizer que dentro das aplicações, o Qualcomm leva vantagem, mas na gestão de várias aplicações, o Intel fica por cima. Porém, o rival Snapdragon 400 é por norma um QuadCore, compensando este pormenor.

Asus ZenFone 5 slots

Só que o duelo do melhor desempenho não acaba aqui. A Asus equipou este ZenFone 5 com 2GB de memória RAM. A memória RAM é também responsável pela fluidez do sistema operativo Android. Como já dissemos, o rival possui metade desse numero, não sendo 100% fluido (o Moto G 2014). Já o Asus ZenFone 5 é praticamente 100% fluído, até mesmo com uma utilização pesada. Esta quantidade de RAM está ao nível de smartphones de topo, como Nexus 5, Samsung Galaxy S5, HTC One, ou LG G3.

Continuando na memória, mas referente ao espaço para armazenamento, a versão que nos chegou às mãos possuía 16GB de memória interna. O Asus ZenFone 5 possui ainda suporte para cartões microSD até 64GB. 

Ao nível da conectividade, o Zenfone 5 é um smartphone 3G, Dual SIM. Conte ainda com Wi-Fi e Bluetooth, infelizmente NFC não é suportado.

Onde a Asus falhou foi na autonomia. Este smartphone não foi muito feliz com a bateria de 2110mAh. Com a utilização pesada que este smartphone é capaz de suportar, mantendo a fluidez em níveis bastante elevados, foi a bateria a impedir que este excelente desempenho continuasse por várias horas seguidas. Fazendo uso do 3G e de aplicações pesadas por largos períodos de tempo, o ZenFone não conseguirá aguentar 24H sem se ligar à tomada. Em modo de espera o smartphone também consome muito, se deixar o ZenFone 5 parado durante um dia, é provável que ele no dia seguinte já possua níveis de energia baixos.

O ZenFone 5 possui excelentes funcionalidades para a câmara, mas ela não é assim tão boa.

A Asus equipou o ZenFone 5 com uma câmara traseira de 8MP e uma câmara frontal de 2MP. É a câmara frontal que sai pior na fotografia, literalmente, isto porque a forma como trabalha as cores não é a melhor. Notamos que ao fotografar pessoas, os tons da pele eram sempre mais avermelhados, como se tivessem coradas, a nitidez também não foi a melhor.

Esta interpretação das cores, principalmente em zonas de sombra, também está presente na câmara traseira. Isto no modo automático. Por falar em modos, a riqueza da câmara do ZenFone 5 está na variedade de modos que existem para capturar fotos, muito acima da média dos smartphones da mesma gama. Destacamos a capacidade de captura de fotos em ambientes pouco iluminados, que possui um modo dedicado, embora também funcione bem no modo automático. Destacamos também o modo de profundidade de campo, que captura 2 fotos, uma com o alvo principal, outra com o fundo, o resultado é um efeito de "Depth of Field" simples. HDR, panorâmica, selecção de melhor rostos, embelezamento, animações entre outros que também contam no leque de modos de fotografia do ZenFone 5.

Já na gravação de vídeo, o ZenFone 5 mostrou uma focagem lenta, e com dificuldade de focar objectos que estão perto. Apesar destes problemas, apresentou uma boa qualidade e estabilidade de imagem durante a gravação de vídeo. Acima da média para a gama dos 200€. Grava em Full HD.

Zen UI é uma das melhores interfaces para Android.

A Zen UI é uma interface bastante simples. É rápida e elegante, está munida com widgets interessantes, que pode, ou não, utilizar. Permite uma organização de quase tudo e neste ZenFone foi capaz de manter a fluidez sempre no nível máximo. O Android que se esconde por detrás da Zen UI é a versão 4.4.2 KitKat. A versão Lollipop 5.x já foi anunciada e deve chegar ao ZenFone 5 durante o primeiro semestre de 2015.

Ao nível de funcionalidades, destacamos 3, o gestor de ficheiros da Asus, que possui uma interface muito amigável e fácil de usar. O modo de intensificação que liberta memória RAM que está a ser ocupa e não utilizada, mantendo o ZenFone 5 da Asus sempre rápido. E por fim, o modo de gestão de energia, que lhe pode salvar em situações mais urgentes, onde possui pouca bateria e necessita que o seu smartphone aguente mais umas horas sem recorrer à tomada.

No geral, a interface Zen UI é bastante personalizavel, até pormenores como nível numérico da bateria, pode colocar na barra de notificações, tal como pode modificar a interface de notificações e os atalhos rápidos que nela estão presentes.

O ZenFone 5 é o melhor smartphone na gama dos 200€?

Depende, resumindo e colocando todos aspectos em cima de mesa, sim, o ZenFone 5 é a melhor compra que pode fazer até aos 200€. Este "Sim" foi conseguido graças aos 2GB de memória RAM, que em conjunto com o processador Intel fizeram uma excelente dupla. O anuncio para o Android 5 Lollipop também ajuda, mas a Asus tem de ser mais rápida no futuro.

Dentro das marcas mais conhecidas, a Motorola com o Moto G de segunda geração é a maior ameaça ao ZenFone 5. E o Motorola Moto G já possui Android 5 desde de Dezembro! Em Fevereiro o ZenFone ainda não possui Android 5. Se está na duvida entre estes dois smartphones, pode ver a nossa comparação, Motorola Moto G 2014 vs Asus ZenFone 5. Os rivais não se ficam por aqui, o ZenFone 5 possui ainda rivais de marcas não tão conhecidas como Wiko, BQ, ou Energy Sistem (Ver a nossa análise ao Energy Phone Pro da mesma gama de preço). A marca Asus e a sua muito boa reputação podem chegar para afugentar estes rivais, mas eles já começam a possuir hardware de grande qualidade também.

De destacar ainda as boas opções de captura de fotografias que o ZenFone possui, necessita é de uma câmara mais capaz para estas funcionalidades de topo. A versão de 16GB possui um preço de 196,79€, enquanto que a versão de apenas 8GB desce para os 177€.

Positivo:

Fluidez do sistema; Funcionalidades da câmara; Capacidade de processamento;

Negativo:

Autonomia; Câmara frontal;
Located in: Smartphones